top of page

PCM: Aplicando o controle de manutenção de forma prática

Atualizado: 19 de nov. de 2022



  1. Redução de custos com perdas geradas por equipamentos avariados

  2. Aumento da qualidade de produção

  3. Mais segurança para as pessoas que operam as máquinas e equipamentos

  4. Redução dos riscos operacionais

  5. Crescimento da previsibilidade dos resultados de produçãoPrincipais procedimentos para aplicar o PCM Você ficou interessado em aplicar o PCM para aumentar o controle de manutenção na sua empresa? Confira os principais passos que você deve percorrer para colocar isso em prática: 1. Inicie a preparação do processo A aplicação do PCM inicia com uma boa preparação do processo. E isso é feito por meio da coleta de dados e informações. Por isso, neste momento você precisa levantar dados históricos, que podem ser buscados nos registros da empresa. A melhor forma de encontrar essas informações é analisando os documentos armazenados na sua empresa: Ordens de Serviço (OS), compras de peças, máquinas e componentes. Com base nesses dados, você terá uma boa ideia de como estão ocorrendo as manutenções na sua organização. 2. Reúna todas as informações necessárias Para elaborar um planejamento e controle de manutenção, você precisa conhecer quais são as necessidades de manutenção dos equipamentos da sua empresa. Para isso, será preciso reunir o máximo de informações que você puder. Aqui está uma lista de diferentes fontes que você pode usar para coletar as informações necessárias:

  6. Veja as recomendações do fabricante do equipamento original. Os fabricantes de equipamentos têm uma infinidade de dados estatísticos de testes internos e de campo realizados pelos clientes. Os manuais que eles fornecem geralmente contêm programações para a manutenção necessária, o uso de peças sobressalentes críticas e instruções básicas de trabalho de manutenção.

  7. Use dos dados do seu histórico de manutenção. Conforme já destacamos, é possível extrair muita informações úteis do histórico de manutenção da sua empresa.

  8. Converse com seus técnicos de manutenção e operadores. As pessoas responsáveis por operar os equipamentos e máquinas e executar as manutenções, podem contribuir com muitos insights valiosos nesta etapa.3. Processe as informações Depois de coletadas as informações, você pode processá-las para chegar a KPIs e outros insights para elaborar um planejamento eficiente. Entre esses dados estão:

  9. Tempo Médio para Reparo (MTTR)

  10. Tempo Médio entre Falhas (MTBF)

  11. Tempo de indisponibilidade do equipamento

  12. Horas por funcionário, que indica a quantidade de horas que um funcionário empregou para reparar um equipamento. Além disso, também é possível descobrir quais são as falhas e problemas mais comuns nos equipamentos – como exemplo queima de motor, curto circuito ou quebra de rolamento. Com base nisso, pode ser iniciado um preparo para evitar esses problemas e repará-los com mais agilidade quando necessário. 4. Faça uma análise das falhas O próximo passo para aplicar o PCM é definir ações para evitar ou minimizar a reincidência de falhas. Se você identifica que muitos equipamentos estão apresentando problemas no motor, é possível trabalhar para encontrar maneiras de reduzir essa falha no futuro, por exemplo. Para isso, você pode se basear em questões como:

  13. Que tipo de ações preventivas ou preditivas podem ser realizadas para diminuir as falhas?

  14. De que forma as falhas se repetem? Há um padrão?

  15. As ações corretivas surtiram efeito?

  16. Existe uma forma de prever os defeitos?

  17. Existe um intervalo mais ou menos regular entre as falhas?5. Implementação do PCM Agora que você já descobriu o quê, quando, como e por quê as falhas nos equipamentos acontecem, chegamos ao momento de implementação do PCM. O objetivo do processo é encontrar formas de agir para evitar essas falhas e corrigi-las com mais eficiência quando for preciso. Com isso, espera-se que as operações continuem por meio do aproveitamento máximo de máquinas e equipamentos. É dessa forma que você define que determinado equipamento deve ser lubrificada semanalmente ou que é necessário realizar uma limpeza a cada 15 dias. Quando esses cuidados são replicados para todos equipamentos, a produção flui com uma eficiência muito superior.

Você gostou das dicas para aplicar o PCM? A SAT está preparada para auxiliar no Planejamento e Controle da Manutenção.


Entre em contato com a nossa equipe de especialistas!

Comentários


bottom of page